Skip to content


Cloud computing: sinais do tempo

Hoje estava a almoçar e a conversa ao lado referia-se a pessoas não técnicas a falar sobre cloud computing. Gosto destas conversas porque habitualmente são bem mais racionais do que aquelas que existem entre a malta tecnológica (em que me incluo). Os assuntos incluíram:

  • Qual o nível de controlo que temos sobre as nossas aplicações?
  • Como é cobrado?
  • Como podemos prever o que vamos utilizar?
  • Que garantias temos de resposta?
  • Como podemos validar uma conta?

Este tipo de conversas indica-me quando um paradigma se está a tornar realmente divulgado. No caso de cloud computing espero alguns sinais até de dar como de utilização geral:

  1. A Amazon desce os preços do AWS (ou seja, há concorrência – é que eu ainda não consigo uma ordem de grandeza de custos abaixo, mas está demasiado perto para ninguém apertar os calos à Amazon a sério).
  2. Governos exigem certificação de processos e equipamentos de billing de cloud computing.
  3. Governo português inclui cloud computing como serviço público essencial.

Para quem ainda ande à procura do que é esta coisa de Cloud Computing, recomendo uma visita ao site da Maria Spínola: http://www.mariaspinola.com/CloudComputing.php

E vocês? Esperam outros sinais?

Reblog this post [with Zemanta]

Posted in Tecnologia.

Tagged with , , , , .


3 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Luís Miguel Silva says

    Já agora, para quem estiver interessado sobre pormenores mais técnicos de como é possível criar uma infraestrutura Cloud (gerindo automagicamente processos, custos, deployment e tudo o resto), apresento-vos o Moab, da Adaptive Computing (conhecida até à semana passada como Cluster Resources):
    http://www.adaptivecomputing.com/

    Hugz,
    Luís

  2. Luís Miguel Silva says

    (ver o vídeo na primeira página do link anterior)! :o)

Continuing the Discussion



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.